Events

Hour of Code: Ensinando um pouco da mágica de programação em Sarajevo

Os desenvolvedores da Infobip Dino Bico, Admir Okovic e Edin Fazlic conduziram o Hour of Code em Sarajevo.

January 09 2015

Dizem que programar é igual mágica. Para crianças e jovens abre novas possibilidades e mundos a se explorar, ensina elas a serem criativas e a capacidade de resolver problemas. Também ensina que a mente humana é o que temos de melhor e não existe nada que não consigamos realizar se colocarmos nossa mente em bom uso.

A Infobip aproveitou a oportunidade e abriu as portas fazendo parte da iniciativa ''Hour of Code'', um movimento de programação ensinando mais de dez milhões de estudantes em mais de 180 países. Nosso trabalho é conectar empresas e pessoas, mas não é apenas sobre tecnologia que estamos falando, algo que temos orgulho, é também sobre a responsabilidade de transferir conhecimento que nós temos para os mais jovens.

Hoje, apreender a programar é simplesmente aprender sobre como o mundo funciona.

Chris Bosh Astro da NBA, que também participou do projeto code.org

De fato, nós podemos ensinar a eles muito sobre como o mundo funciona, mas com um pequeno incentivo desde o início, eles poderão nos ensinar muito mais no futuro. A ideia foi simples, os desenvolvedores Dino Bico, Admir Okovic e Edin Fazlic puderam mostrar em uma hora uma introdução a programação para 35 alunos na escola elementar Hasan Kikic em Sarajevo, desmistificando a ciência da computação e mostrando que qualquer um pode fazer um pouco de mágica com algumas linhas de código.

Para os jovens, foi uma simulação de codificação com copos e a programação de um robô imaginário chamado ‘’ Zed’’ numa formação de jogo de futebol. Os estudantes então foram divididos em dois grupos e fizeram uma engenharia reversa, tentado decifrar a programação do outro time que deu dicas de como eles programaram e implementaram de forma diferente a formação. Com apenas essa atividade, uma hora passou muito rápido, então nossa equipe estendeu essa hora para responder as muitas perguntas dos estudantes.   

Foi uma experiência incrível. Esses estudantes tem muito potencial, todos eles participaram com entusiasmo e perguntas inteligentes. Nós respondemos todas as perguntas com a maior quantidade de informação possível. Nós queremos continuar com essa ideia por que quando se vê algo com um potencial tão grande não dá pra voltar a trás.

Edin Fazlic Software Engineer, Infobip

Como era de se esperar, com dedicação e cooperação da Escola, os estudantes começaram a programar e não queriam mais parar. E por que deveriam? A maioria das crianças gostam de criar coisas, então programar parece algo tão natural quanto jogar um jogo de futebol. Para nós, é dar uma oportunidade de jogar.