Glossário

16-bit Unicode ou Unicode Transformation Format (UTF-16) é um método de codificação de dados de caracteres, capaz de codificar 1.112.064 possíveis caracteres em Unicode.

Empresa de telecomunicações móveis com vários acordos com operadoras de telefonia móvel para enviar e receber dados dentro e fora do SMSC da operadora, atuando como intermediário entre as empresas (ou seja, conteúdo e proprietários de marcas) que querem interagir com os usuários finais (através de seus telefones celulares; ou seja, via SMS) e operadoras de telefonia móvel.

Uma vez que os agregadores não têm acesso direto ao protocolo SS7, as mensagens SMS são entregues ao SMSC da operadora, mas não diretamente ao aparelho do assinante. Em vez disso, o SMSC cuida do manuseamento posterior da mensagem através da rede SS7.

Apache ou Apache HTTP Server é o software de servidor web mais utilizado na Internet. É um software livre e de código aberto que é estimado para servir 50% de todos os sites ativos.

A autenticação de dois fatores, também conhecida como 2FA, é uma camada extra de segurança que requer que os usuários usem tanto a sua senha on-line quanto o seu telefone celular para verificar a sua identidade, a fim de acessar um aplicativo de serviço ou web. Além de usar as suas credenciais de serviço para acessar dados confidenciais, o usuário também recebe um código de acesso para uso uma única vez ou um número PIN em seu token ou via SMS. A vantagem de usar um telefone celular para 2FA é que os usuários tendem a carregar seus dispositivos móveis com eles em todos os momentos. Dessa forma, os serviços podem garantir que seus usuários recebam o PIN de verificação sobre algo que só eles possuem. O número PIN para uso único (OTP) é gerado e enviado para o telefone celular do usuário. O usuário recebe o PIN para uso único (OTP) e o digita no aplicativo para confirmar sua identidade.

Um cartão com chip que armazena o IMSI e serve para identificar o assinante móvel e fornecer o serviço móvel. Um cartão SIM também pode servir como um dispositivo de armazenamento de memória, por exemplo, para armazenar contatos ou mensagens SMS, informações de rede ou aplicativos específicos para a operadora móvel dos usuários móveis.

Centro de USSD é uma coleção de hardware e software necessários para interconectar duas ou mais redes distintas, incluindo a execução de conversão de protocolo, e baseia-se na capacidade do agente de entrega ou da fonte para enviar e receber mensagens USSD.  Ele encaminha mensagens USSD da rede de sinalização para um aplicativo de serviço e vice-versa e é muitas vezes referido como "Gateway de USSD".

USSD (Unstructured Supplementary Data Services) é um protocolo utilizado pelos telefones celulares GSM para se comunicar com computadores do prestador de serviços. USSD é um protocolo de comunicação de texto baseado em sessão disponível em cada dispositivo móvel habilitado para GSM. Em razão de não existir nenhum mecanismo de armazenamento e envio presente com USSD (ao contrário do SMS), o protocolo é mais prático para a comunicação interativa, tais como bancos ou educação, estabelecendo uma sessão em tempo real entre o telefone celular e o aplicativo que lida com o serviço.

Um número de 3-6 dígitos que permite o envio e recepção de mensagens SMS, geralmente em sorteios SMS, pesquisa, votação na TV, etc. Com códigos curtos, o envio e o recebimento de mensagens está limitado às fronteiras nacionais. Eles podem ser fornecidos por operadoras de rede móvel ou através de empresas especializadas de mensagens que também prestam consultoria e suporte técnico.   Códigos curtos dedicados são utilizados por apenas uma empresa, enquanto os compartilhados podem ser usados por mais empresas, que têm suas campanhas distinguidas por palavras-chave.  Por exemplo, uma empresa pode usar o número para receber mensagens SMS com a palavra-chave APOIO e a outra empresa pode usá-lo para receber mensagens com a palavra-chave PIZZA. Essas palavras-chave permitem a correspondência de mensagens de entrada com campanhas adequadas.

Um código PIN para uso uma única vez é um código que é válido para apenas uma sessão de login ou transação usando um telefone celular. Ele é frequentemente usado na autenticação de dois fatores ou 2FA para fornecer uma camada extra de segurança para o usuário quando ele usa um caixa automático ou tenta acessar um serviço a partir de um computador diferente.

2G é um acrônimo para a tecnologia de telecomunicações móveis de segunda geração que foi lançada na Finlândia em 1991. As principais características da conexão móvel 2G foram a codificação digital de conversas e mensagens, maior penetração da telefonia móvel e a introdução de vários serviços de dados para telefones móveis, tais como mensagens SMS.

3G é um acrônimo para tecnologia de telecomunicações móveis de terceira geração, que foi introduzida pela primeira vez em 1998 e depois comercialmente em 2002 e que possibilitou a taxa de transferência de dados sem fio de pelo menos 200 kbit/s, permitindo o uso mais fácil do acesso à Internet móvel e chamadas de vídeo. 

Este recurso SMS-MT permite que os remetentes gerenciem as configurações de origem e de destino. 

Entrega de mensagens de voz pré-gravadas ou convertidas em texto para números de um telefone fixo e telefone celular.As chamadas de voz/mensagens são transferidas para VoIP e entregues aos usuários através de aplicativos ou dispositivos SIP.

O relatório de entrega é uma característica do SMS MT que informa se a mensagem SMS foi entregue, para cada mensagem enviada. Ele é originado diretamente do aparelho.

Em essência, os DLRs são retornos de chamadas de URL para relatórios de entrega. Ao invés do Gateway estar registrando a atividade, ele irá chamar de volta a URL fornecida usando uma cadeia de consulta (no final) com os parâmetros do relatório de entrega em si.

Distribuição de mensagens móveis, incluindo SMS e Premium SMS, diretamente aos dispositivos móveis dos usuários finais.

Um tipo de pagamento móvel, onde o valor da compra é cobrado na conta de telefone celular ou deduzido do saldo pré-pago.  Normalmente, o faturamento direto é utilizado para micropagamentos de bens virtuais e digitais, mas também de bilhetes de transportes públicos ou de estacionamento da cidade. A operadora de telefonia móvel do usuário que deseja fazer um pagamento DMB precisa suportar a tecnologia para que o pagamento seja feito.

Uma mensagem que aparece na tela do celular do destinatário diretamente. O destinatário não precisa ir para a caixa de entrada do telefone celular para ler a mensagem e nem a mensagem é alocada na caixa de entrada SMS.

O Flash SMS é uma característica VAS para a entrega padrão de SMS e é mais comumente usado para chamar imediatamente a atenção dos destinatários. Os alertas de emergência e os alertas de trânsito são os exemplos de uso mais comuns.

Um gateway SMS é, geralmente, um ponto de entrada ou de saída para mensagens SMS.   É um nó de rede equipado para fazer a interface com outra rede que usa os mesmos ou diferentes protocolos. Os protocolos mais comumente usados são SMPP, HTTP, UCP/EMI e SOAP.

Um padrão de telefonia móvel introduzido no início de 1990 pelo Instituto de Norma Europeia de Telecomunicações. Lançado primeiramente na Finlândia em 1991, o GSM foi logo adotado universalmente na Europa e depois em todo o mundo. O GSM é responsável atualmente por 90% do mercado de telefonia móvel do mundo, o que o torna o padrão de telefonia móvel.

HAProxy ou High Availability Proxy é um software livre e de código aberto que é mais comumente usado para melhorar o desempenho de um ambiente de servidor ao espalhar solicitações para vários servidores e, assim, aumentar a velocidade e confiabilidade do ambiente do servidor. O software pode ser executado em sistemas operacionais Linux, Solaris e FreeBSD.

O banco de dados de todos os números de celular registrados na rede GSM. Entre outras coisas, um HLR mantém um registro de identificadores de cartões SIM de assinantes e números móveis. Ele desempenha um papel importante no envio de SMS.

O Hypertext Transfer Protocol (HTTP) é um protocolo de aplicativo para sistemas de informação hipermídia colaborativos distribuídos. O hipertexto é o tipo de texto estruturado que utiliza ligações lógicas (hiperlinks) entre os nós que contêm o texto. Basicamente, o HTTP é o protocolo de intercâmbio e transferência de hipertexto.

O HTTP funciona como um protocolo de solicitação-resposta no modelo de computação cliente-servidor. O cliente envia uma mensagem de solicitação HTTP para o servidor. O servidor, que fornece recursos como arquivos HTML e outros tipos de conteúdo e outras funções para o cliente, retorna uma mensagem de resposta para o cliente. A resposta contém informações sobre o status de conclusão da solicitação e também pode conter o conteúdo solicitado no corpo da mensagem.

Além de HTTP, há também o Hypertext Transfer Protocol Secure (HTTPS) - um protocolo de comunicação para comunicação segura através de uma rede de computador, com implementação especialmente ampla na Internet. O HTTPS é o resultado da acomodação do Hypertext Transfer Protocol (HTTP) no topo do protocolo SSL/TLS, acrescentando capacidades de segurança SSL/TLS para comunicações HTTP padrão.

Uma nova estrutura para o tráfego internacional de SMS, moldando a interoperabilidade móvel internacional através da implementação de centros para intermediar o tráfego de SMS e oferecer uma maior cobertura SMS. A GSM Association (GSMA) encontrou no hubbing de SMS a solução para um problema que limita o crescimento contínuo do SMS internacional, culminando com o desenvolvimento de testes de hubbing de SMS em 2006, parte do projeto de Conectividade Aberta.

Esta iniciativa criou uma nova estrutura para a interoperabilidade de SMS internacional, bem como desenvolveu normas e requisitos que os centros de tráfego (hubbing) de SMS devem seguir.  Independentemente da maturidade da operadora ou do número de assinantes, cada assinante espera ser capaz de enviar um SMS para outros assinantes, independentemente do país e da rede móvel.

A tecnologia de ID alfanumérico de remetente permite que o remetente envie mensagens usando remetentes reconhecíveis e personalizados construídos a partir de qualquer combinação de caracteres alfanuméricos (0-9, a-z, A-Z, _).

Portanto, um ID alfanumérico do remetente é muito mais reconhecível pelos usuários para que eles possam identificar o remetente mais facilmente. Desta forma, o ID do remetente pode ser usado para apresentar qualquer coisa, desde um nome de empresa até um nome de qualquer organização governamental. No entanto, o receptor da mensagem não pode responder a uma mensagem enviada com ID alfanumérico de remetente.

ID de chamada é um serviço de telecomunicações que permite aos usuários identificar as chamadas recebidas antes de responder. O ID de chamada é possível com chamadas móveis, analógicas, digitais e VoIP.

Uma identificação numérica pré-determinada do remetente (o número do telefone móvel que é exibido no telefone celular do destinatário) que não pode ser modificada de acordo com as necessidades do usuário e segue o formato padrão MSISDN - As recomendações do Setor de Normalização de Telecomunicação ITU limitam o comprimento máximo de um MSISDN a 15 dígitos. 1-3 dígitos são reservados para código de país com prefixos não incluídos.


O comprimento mínimo do MSISDN não é especificado pelo Setor de Normalização de Telecomunicação ITU, mas em vez disso é especificado nos planos nacionais de numeração pelo regulador das telecomunicações em cada país.

Tipo de remetente padrão de uma mensagem SMS em formato MSISDN. Os destinatários podem responder a mensagens com um ID numérico do remetente.

Um International Mobile Subscriber Identity (IMSI) é um número exclusivo associado com todo o Sistema Global para Comunicações Móveis (GSM) e o Sistema de Telecomunicações Móveis Universal (UMTS) de redes móveis de usuários de telefone usados para identificar um assinante GSM.

Cada número IMSI tem duas partes. A parte inicial é composta de seis dígitos no padrão norte-americano e de cinco dígitos no padrão europeu. Ela identifica a operadora de rede GSM do assinante em um país específico. A segunda parte é atribuída pela operadora de rede para identificar o assinante.

O IMSI está armazenado no Módulo de Identidade do Assinante (SIM) no interior do telefone e é enviado pelo telefone para a rede móvel apropriada.

Uma mensagem de entrada é uma mensagem de celular encaminhada a partir do dispositivo móvel de um usuário final e entregue a um telefone móvel ou a um aplicativo. Também pode ser considerada como uma mensagem originada por telefone móvel ou MO, significando que o ponto de partida é uma mensagem de um celular.

Uma mensagem de saída é uma mensagem encaminhada de um cliente ou um aplicativo e entregue para o celular do usuário final.  Também pode ser considerada como uma mensagem Terminada por Móvel ou MT, o que significa que o ponto final da mensagem é um telefone celular.

Mensagem SMS P2A (pessoa-a-aplicativo) é o processo de envio de mensagens de um usuário móvel para um aplicativo. É muitas vezes referido como Originado por móvel (MO). O processo requer que o usuário final inicie a interação com um negócio ou empresa enviando um SMS para um aplicativo.

Mensagem P2A é comumente usada para várias campanhas de voto na TV, concursos, campanhas de loteria SMS, assinaturas, etc. Com mensagens SMS pessoa-a-aplicativo, os indivíduos podem facilmente interagir com marcas, empresas e prestadores de serviços com mensagens de texto que fornecem uma rota onipresente, rápida e confiável para as comunicações cliente-negócio.

SMS P2P é o processo de envio de mensagens móveis a partir de um usuário para outro, onde uma mensagem SMS viaja entre dois assinantes móveis. Este é o tráfego habitual entre os assinantes de operadoras de telefonia móvel. Os principais exemplos de uso incluem mensagens de texto básico, vários serviços de bate-papo, etc.

O processo de envio de mensagens de celular de um aplicativo para um usuário móvel. A mensagem SMS A2P é também chamada de SMS profissional ou de empresa. As empresas podem usá-lo em vários modos técnicos para se comunicar com os consumidores, autenticar usuários de serviços on-line ou emitir alertas urgentes. Em todos os casos, a comunicação é iniciada a partir de um aplicativo de negócio e não de um telefone móvel de um indivíduo, como é o caso com SMS P2P.

Exemplos típicos de SMS A2P incluem notificações bancárias, alertas críticos, autenticação de dois fatores baseada em SMS, confirmações automáticas de reservas, programas de fidelidade e notificações de marketing, etc. Os sistemas de reservas on-line, diferentes plataformas corporativas e serviços de apoio têm implantado o SMS A2P para aumentar a eficiência e melhorar a comunicação. As instituições financeiras têm usado o SMS A2P por mais de 15 anos, mediante a entrega de notificações SMS automatizadas baseadas em eventos para os telefones móveis de seus clientes. Exemplos incluem alertas antifraude, declarações de balanço, lembretes de pagamento, notificações de retirada.

Os modos mais populares de usar as mensagens A2P são a integração SMS API, o acesso através de uma interface web (através da obtenção de um nome de usuário e senha) ou a implementação de uma solução empresarial profissional.

Um sistema que incorpora tanto SMS de saída (MT) quanto de entrada (MO) em um serviço de recursos completos. Usando um número dedicado, um usuário de SMS de 2-Vias pode enviar e receber SMS através de uma plataforma de mensagens web usando soluções completas ou APIs.

Um serviço de mensagens curtas concatenadas é usado para superar o limite do número de caracteres que podem ser enviados em uma única transmissão de mensagens de texto SMS (geralmente 160 caracteres). Com este método, o dispositivo de envio divide a mensagem longa em mensagens menores que são recombinadas na extremidade receptora, com cada mensagem menor sendo cobrada separadamente.  

Com este recurso, a mensagem completa aparece para o usuário destinatário como uma única mensagem de texto longo (uma mensagem SMS concatenada). Em redes que não suportam SMS concatenados, cada mensagem menor é entregue como mensagem de texto SMS individual.

Mensagens SMS binárias permitem o envio de vários tipos de conteúdo, como transferência de ringtones, configurações do sistema de telefone e WAP-Push via mensagens de texto.

Qualquer mensagem SMS binária tem 140 bytes de dados que podem ser utilizados. Estes dados são divididos em duas partes distintas - o cabeçalho de dados do usuário (UDH) e os dados da mensagem. O UDH notifica os telefones móveis sobre o tipo de dados na mensagem, definindo o tipo de conteúdo que está sendo enviado.

Uma operadora de rede móvel ou MNO, também conhecida como provedor de serviços sem fio, operadora de telefonia sem fio, empresa de celular ou operadora de rede móvel é um fornecedor de serviços de comunicações sem fio que possui ou controla todos os elementos necessários para a prestação de serviços aos usuários finais, incluindo a atribuição do espectro de rádio, infraestrutura de rede sem fios e outros componentes necessários.

Em resumo, uma operadora de rede móvel (MNO) é uma entidade de telecomunicações que presta serviços para assinantes de telefonia móvel.

Uma mensagem de celular encaminhada a partir do dispositivo móvel de um usuário final e entregue a um telefone móvel ou a um aplicativo. Neste último caso, as mensagens recebidas podem ser vistas através de uma interface web especializada que geralmente oferece capacidades adicionais de relatórios e análises. As mensagens recebidas podem ser encaminhadas para SMPP, HTTP ou e-mail. Além disso, elas podem desencadear novas ações - uma resposta automática, a abertura de um ticket de suporte etc.

Um número que identifica unicamente uma assinatura em um GSM ou em uma rede móvel UMTS. Um MSISDN é o número de telefone associado a um único cartão SIM, em outras palavras, o número que você ligar ou enviar uma mensagem SMS.

Uma mensagem de celular encaminhada de um cliente ou um aplicativo e entregue para o celular do usuário final.

Uma operadora de rede móvel virtual (MVNO) é uma empresa que presta serviço de telefonia móvel, mas não possui a sua própria atribuição de frequência licenciada de espectro de rádio, nem necessariamente possui toda a infraestrutura necessária para prestar o serviço de telefonia móvel.

Uma notificação de aplicativo é uma mensagem ou alerta enviada por um aplicativo para o usuário. Notificações enviadas desta forma não requerem que o aplicativo seja aberto e as mensagens são exibidas na tela do celular, mesmo quando o dispositivo está bloqueado.

Uma característica do SMS-MT que envia mensagens de configuração over-the-air, tais como atualizações de software, definições de configuração e bloqueios de segurança.

Também conhecido como HLR (Home Location Register) Lookup ou consulta de rede. É uma base de dados central que contém detalhes de cada assinante de telefonia móvel que está autorizado a usar a rede de núcleo GSM. 

Uma palavra que os clientes escolhem a fim de identificar as suas mensagens SMS de campanha e de entrada. É a primeira palavra que aparece na mensagem antes do espaço em branco e que o usuário final é solicitado a incluir na mensagem que está mandando para uma empresa ou instituição. Por exemplo, uma marca de vinho pode solicitar aos clientes que escrevam VINHO (palavra-chave) para um código curto de modo a participar de sorteios.

A penetração de dados móveis representa o número de smartphones em um país. É geralmente apresentada como uma porcentagem da população que usa smartphones.

Portabilidade de Número de Telefone Móvel (MNP) permite que os usuários de telefones celulares mantenham seus números de telefone celular quando se muda de uma operadora de rede móvel para outra.

Roaming é um termo que se refere à capacidade de um usuário de telefone celular de usar seu telefone celular para fazer ou receber chamadas de voz, enviar ou receber mensagens e dados, enquanto viaja fora da cobertura do seu provedor de serviços móveis. O telefone celular usa a identidade do assinante para acessar a rede no país visitado.

Uma característica do SMS-MT que exibe a data e hora do horário local da rede doméstica. É particularmente útil para os provedores e empresas de serviços móveis internacionais que precisam ter a hora de envio exata adaptada para a hora local.

SIP ou Session Initiation Protocol é um protocolo de comunicações relativamente novo para as sessões de comunicação multimídia. As aplicações mais comuns para este protocolo são para voz, vídeo e chat.

Um acordo de nível de serviço (SLA) é um acordo entre duas ou mais partes, onde um é o cliente e os outros são prestadores de serviços e é uma parte de um contrato de serviços quando um serviço é formalmente definido. O acordo SLA define o nível de qualidade de serviço, disponibilidade de serviço e o procedimento de registro e de resolução de problemas que ocorrem.

O termo SLA é por vezes utilizado para se referir ao tempo de entrega contratada (do serviço ou desempenho). As empresas vão incluir acordos de nível de serviço dentro dos termos de seus contratos com clientes para definir o nível (s) do serviço que está sendo vendido, em termos de linguagem simples.

O protocolo de mensagem curta peer-to-peer (SMPP) é um protocolo da indústria de telecomunicações para a troca de mensagens SMS entre entidades SMS pares, tais como centros de serviço de mensagens curtas (SMSCs).

Um centro de serviço de mensagens curtas (SMSC) é um elemento das redes de telecomunicações móveis que armazena, encaminha, converte e envia mensagens SMS e mantém data e hora exclusivas em mensagens de texto.

A tarefa principal de um SMSC é o encaminhamento de mensagens SMS e a regulação do processo.  Se o destinatário não estiver disponível (por exemplo, quando o celular está desligado), o SMSC irá armazenar a mensagem SMS e encaminhá-la quando o destinatário estiver disponível ou quando o período de validade da mensagem foi excedido.

Sistema de Sinalização #7 (SS7) é um conjunto de protocolos de sinalização de telefonia que são usados para configurar a maior parte das chamadas telefônicas públicas comutadas do mundo, também utilizados em mensagens móveis, faturamento pré-pago e outras aplicações.

Retry refere-se ao processo de repetir o SMSC para entregar uma mensagem SMS que falhou ao ser entregue, durante um período de tempo no qual a mensagem é válida, que é normalmente de 48 horas. Se a entrega de uma mensagem falhar, o SMSC inicia um procedimento de repetição que tenta entregar a mensagem periodicamente.

Um título global (GT) é um endereço usado no protocolo SCCP para o encaminhamento de mensagens de sinalização em várias redes de telecomunicações.  Teoricamente, títulos globais são endereços únicos que se referem a apenas um destino, mas na prática esses destinos podem mudar durante um determinado espaço de tempo.

 A estrutura do título GT é definida pela recomendação ITU-T dos códigos e formatos da parte de controle de conexão de sinalização (Q.713), posteriormente estendida nas normas do plano de numeração de suporte.  Outras variantes nacionais da Parte de Controle de Conexão de Sinalização (SCCP) definem o seu próprio formato para o Título Global.  O valor de um título global é uma sequência de atributos que modificam o valor do endereço.

Transliteração de SMS é um processo de conversão de texto da mensagem de um script para outro. É usada, por exemplo, para converter um texto escrito no alfabeto grego e cirílico no alfabeto latino. O processo de transliteração não traduz a mensagem, ele a converte em outro alfabeto e oferece facilidade de alcançar uma base internacional de usuários. 

Tunelamento VPN é um conceito que se refere ao envio e recepção de dados através de uma VPN segura. Os protocolos de tunelamento VPN envolvem os pacotes de dados e os criptografam para o envio seguro através do túnel e, em seguida, decifram e liberam os pacotes de dados, a fim de acessar os dados originais.

O cabeçalho de dados do usuário (UDH) é uma estrutura binária que pode estar presente no início de uma mensagem curta em um SMS. Não contém qualquer texto, mas especifica como a mensagem deve ser processada. Basicamente, é uma parte do SMS que informa ao aparelho receptor que tipo de mensagem está sendo enviada.  Isso é feito para garantir a entrega da mensagem SMS correta.

O padrão da indústria permite que os computadores representem e manipulem de forma consistente um texto expresso em qualquer um dos sistemas de escrita do mundo.  Como um recurso MT SMS, ele permite que qualquer conteúdo seja enviado em uma mensagem. 

USSD (Unstructured Supplementary ou Service Data) é um protocolo de comunicação disponível em cada dispositivo móvel habilitado para GSM. É uma comunicação de texto baseada na sessão sem um mecanismo de armazenamento e envio (ao contrário do SMS) que é prático para a comunicação interativa, tais como bancos ou educação. As mensagens USSD podem ter até 182 caracteres alfanuméricos e o tempo que leva a partir de um pedido de uma resposta é de 2 segundos, enquanto que leva 6 segundos para um SMS chegar a um telefone celular. 

VoIP ou Voice over Internet Protocol é uma tecnologia que permite o serviço de telefonia pela Internet através da transmissão de voz por redes de Protocolo de Internet.

VPN ou Rede Privada Virtual é uma rede privada que permite aos usuários enviar e receber dados de forma segura através de uma rede pública, ao mesmo tempo que possuem os benefícios de uma rede privada. É usado para garantir aos usuários o acesso remoto a uma rede, como se o usuário estivesse fisicamente presente no local da rede.

Permite que o conteúdo WAP seja encaminhado para o telefone celular com uma intervenção mínima do usuário.  Um WAP Push é uma mensagem especialmente codificada que inclui um link para um endereço WAP. WAP Push é especificado no topo de WDP; como tal, pode ser entregue em qualquer portador WDP-suportado, como GPRS ou SMS.