Produtos
Soluções
4 melhores práticas para o envio de mensagens RCS

4 melhores práticas para o envio de mensagens RCS

Aprenda a usar todo o potencial das mensagens RCS e como elas podem levar a sua comunicação para um outro nível.

Talvez você já conheça os muitos benefícios que as mensagens RCS trazem para as suas comunicações. Por exemplo: incorporar novos formatos e funcionalidades às suas mensagens e conectar-se de uma forma mais interativa com seus consumidores.

Pois agora é hora de descobrir como é possível aproveitar melhor esse canal que cresce exponencialmente. Neste post, vamos te mostrar algumas das melhores práticas na hora de pensar em uma estratégia de RCS Messaging e como criar mensagens realmente engajadoras. Vamos lá!

O que é e como funciona o RCS Messaging?

RCS Messaging, ou Rich Communications Service, é um protocolo para o envio de mensagens interativas. Isso significa que além do texto padrão, você também pode incorporar áudio, vídeo, foto, serviços de localização e muito mais nas suas comunicações.

Esse tipo de mensagens utiliza o aplicativo de mensagens padrão dos aparelhos Android e está disponível tanto para mensagens P2P (Pessoa para Pessoa) quanto para A2P (Aplicações/Empresas para Pessoas). 

A maior diferença entre RCS Messaging e SMS é a interatividade nas mensagens enviadas. Enquanto o SMS envia mensagens com até 160 caracteres e permite, no máximo, o uso de emojis e links, o RCS tem uma grande gama de mídias suportadas. No entanto, o SMS pode ser enviado para qualquer operadora, enquanto o RCS é restrito aos aparelhos Android.

Saiba mais das diferenças entre o SMS e os RCS neste guia completo.

Melhores práticas para o envio de RCS Messaging:

1. Verifique a compatibilidade de dispositivos e crie alternativas de failover

Pode parecer óbvio, mas esta é uma etapa essencial na sua estratégia de mensagens RCS. Portanto, antes de enviar uma mensagem deste tipo para seus usuários, certifique-se que os dispositivos deles são compatíveis com as RCS. Para isso, sua empresa deve enviar o que é conhecido como uma “solicitação de capacidade” aos clientes, a fim de identificar se os dispositivos deles suportam este tipo de mensagem.

Caso o dispositivo do usuário não esteja habilitado para suportar o RCS, você pode pensar em uma alternativa de failover para garantir que, independente do dispositivo, a mensagem será enviada para o seu usuário. E para fazer isso é simples: pense em um canal alternativo que tenha os mesmos padrões de uso (por exemplo, se o RCS é visto nos celulares, outros canais que também são usados desta forma são mais aconselháveis, caso do SMS e do WhatsApp) e adeque sua mensagem para os recursos suportados por esse novo canal.

Até por uma questão de preço, o SMS é o canal mais escolhido para failover e, especialmente, para as mensagens RCS. No entanto, é importante lembrar que esse canal tem recursos bem diferentes disponíveis e, por isso, a mensagem precisa ser muito bem adaptada para ser efetiva.

2. Seja prudente na extensão das mensagens

Lembre-se que hoje o tempo é escasso e a velocidade com que as pessoas consomem informações é muito grande. Por isso, embora o sistema de mensagens RCS permita que você use mais recursos de texto e multimídia, é importante não sobrecarregar suas mensagens para que elas continuem engajadoras e interessantes para seus consumidores.

Por exemplo, vídeo e imagens podem ocupar muito espaço nas telas dos dispositivos móveis, então o texto que as acompanha deve ser consistente, mas mais reduzido e direto ao ponto.

3. Mantenha uma sequência de informações coerente

Ao enviar várias mensagens em sequência com a intenção de criar uma interação consistente com o cliente, é essencial ter em mente que essas mensagens multimídias podem levar um pouco mais de tempo para carregar e serem processadas pelos aparelhos.

Por essa razão, recomendamos que você sempre espere por uma resposta dos usuários – ou ao menos uma confirmação de entrega – para mandar as mensagens subsequentes no seu fluxo. Caso contrário, seus usuários podem receber comunicações fora de ordem e prejudicar a sua estratégia de interação.

4. Forneça respostas ou ações sugeridas

As respostas e ações sugeridas tornam mais fácil e simples para os usuários darem um próximo passo com a sua comunicação. Por isso, é de vital importância que seus CTAs sejam os mais diretos e claros possíveis para que seus clientes não tenham dúvida sobre qual é a ação a ser realizada em seguida.

Para dar um exemplo: se você deseja criar uma estratégia para que os clientes voltem ao carrinho de compras que foi abandonado, certifique-se de enviar uma RCS Messaging que indique os benefícios que ele terá ao fazer isso. Podem ser descontos, últimas unidades, retorno ao estoque, etc. Adicionalmente, forneça um botão dentro da mensagem chamado “Retornar ao carrinho”. Desta forma, o cliente irá saber exatamente para onde será direcionado e, assim, ele terá mais chances de concluir a ação desejada.

Já se você quiser usar esse canal para resolver casos de suporte, você pode adicionar um simples botão de “Contato” às suas mensagens para que os usuários sejam direcionados para a sua central de atendimento ou um chatbot.

Veja como a rede de pizzaria Papa John’s usa os botões pré-definidos para facilitar a escolha dos seus usuários:

Watch video Pause

Conteúdos relacionados que você pode se interessar: