Produtos
Soluções
7 dicas para personalizar e otimizar suas campanhas de Marketing nesta Black Friday

7 dicas para personalizar e otimizar suas campanhas de Marketing nesta Black Friday

Esteja preparado para uma das datas mais importantes do e-commerce. Aprenda a tirar o máximo de proveito da personalização das suas campanhas de Marketing nesta Black Friday!

Uma das datas mais importantes do e-commerce está se aproximando e queremos que você esteja preparado para conquistar muitos clientes. E aqui vai a primeira dica: nesta Black Friday 2021, uma das palavaras de ordem é personalização.

Para que essa data seja realmente frutífera, você deve aprender a dominar a arte de interpretar os dados à sua disposição para definir quando, por qual canal e com qual mensagem você vai se relacionar com cada cliente.

Esse esforço extra irá se paga rapidamente, afinal, 80% dos consumidores estão mais propensos a comprar de uma marca se elas oferecem uma experiência personalizada e sob medida para as suas necessidades. Ou seja, se você achava que o sucesso das suas campanhas dependia exclusivamente da qualidade dos seus produtos ou serviços, pense novamente.

Neste conteúdo, vamos mostrar 7 dicas para personalizar suas campanhas de Marketing e entrar nessa temporada de compras de fim de ano afiado e pronto para encantar seus clientes!

Como personalizar suas campanhas de Marketing na Black Friday?

1. Segmente seus clientes adequadamente

Foi-se o tempo em que segmentação de clientes era baseado apenas em parâmetros demográficos, como idade, gênero, localização e renda. Agora, com a abundância de informações sobre comportamento e padrões de consumo, é possível ir muito além e realmente interpretar os gostos e demandas que cada cliente pode ter.

Algumas dos dados que você pode analisar para criar segmentações mais refinadas são;

  • Produtos favoritados ou visitados no seu site
  • Produtos comprados recentemente
  • Produtos abandonados no carrinho de compras
  • Sessões mais visitadas do site
  • Hábitos de compra (horário, dispositivo, tempo de navegação, número de itens por carrinho, frequência de visitas))
  • Interação com comunicações por SMS, e-mail, push entre outros

Investigar esses pontos permitirá que você acompanhe o processo de compra de cada usuário – do início ao fim – e consiga identificar os pontos onde sua atuação pode ser mais certeira. Por exemplo, você sabe que João Felipe entrou no seu site, se cadastrou, e passou um bom tempo olhando para modelos de calçados de couro. Ele retornou ao seu site duas vezes durante a semana e ambas no período da manhã. Com todas essas informações em mãos, por que não enviar uma promoção relâmpago ou uma novidade no catálogo que se enquadre nesse perfil para João no período da manhã? As chances de conversão são muito maiores.

Dados são importantíssimos, sim. Mas tirar informações e insights deles é o que irá fazer seu e-commerce se destacar.

2. Crie ofertas e recomendações de compra contextualizadas

Suas estratégias de comunicação podem te levar um passo além se você souber como usá-las a seu favor. Embora seja verdade que colocar o nome de cada cliente em e-mails e SMS ajude a reforçar a proximidade da mensagem, existem outros favores a serem considerados antes de clicar em “enviar”.

Para começar, é voltar à dica anterior. É importante criar e-mails, pushs e SMS que sejam segmentados de acordo com as demandas e preferências dos seus clientes. Preparar-se com atecedência para a Black Friday envolve, também, escrever modelos de comunicações para cada segmento que você identificou.

Lembre-se de ser criterioso e não permitir que um mesmo destinatário esteja em duas ou mais listas segmentadas e receba uma enchurrada de ofertas ao memso tempo. Afinal, ninguém quer ser visto como um spam, não é mesmo? Encontrar o equilíbrio entre comunicar-se de forma assertiva e a frequência dessa comunicação é uma habilidade que você tem que começar a dominar.

Aqui está um exemplo de uma comunicação segmentada e contextualizada que pode ser enviada durante a Black Friday:

3. Personalize o canal de comunicação

Seus clientes têm muitas peculiaridades e o canal que eles preferem para se comunicar é apenas uma delas.

Mas aqui é importante frisar que os canais de comunicação preferidos podem ser diferentes dependendo do tipo de ação que o usuário quer tomar. Por exemplo: um usuário pode preferir usar o WhatsApp para falar com o suporte, mas só interaja com sugestões de compra se forem enviadas por e-mail. Ter uma visão dessas preferências é super importante para criar as mensagens mais personalizadas possíveis e também as que terão as maiores conversões.

Segundo um estudo conduzido pela IDC, a pedido da Infobip, 51% dos consumidores brasileiros preferem receber ofertas e sugestões de compra através do WhatsApp – seguido de perto por push noficiations e e-mails.

Fonte: Pesquisa IDC “Comunicação e acompanhamento fazem a diferença na experiência de compra do cliente”.

4. Aborde cada cliente de acordo com seu histórico

Criar as mesmas comunicações para cadastrados e clientes fiéis pode ser um tiro no pé.

Nesses casos é importante pensar além das segmentações por comportamento e personalizar a mensagem também de acordo com o momento dele na sua jornada de compra. É um cliente fiel, um cliente inativo há mais de seis meses ou um usuário cadastrado que nunca fez uma compra? Cada um deles possui um gatilho diferente para fazer uma compra com a sua empresa.

Por exemplo, seus clientes mais fiéis podem ter a expectativa de acessos prioritários a promoções ou itens com baixo estoque. Já seus novos usuários podem ser muito beneficiados com um cupom de desconto para realizar a primeira compra.

5. Tenha em mente as tradições e datas importantes para seus clientes e usuários

Vale lembrar que a Black Friday merece campanhas que gerem expectativa nos clientes sobre as ofertas que estão por vir. No Brasil, os consumidores começam a analisar os preços dos produtos que mais querem comprar até dois meses antes da data! É bastante tempo para você encontrar este usuário e conseguir garantir a ele que você terá o melhor negócio na Black Friday.

Além disso, aproveitar datas importantes no calendário, como aniversários, feriados ou algo relacionado ao produto que você sabe que seu consumidor gosta, permite que você crie um diálogo mais próximo e personalizado com eles. Assim, eles estarão com o nome da sua empresa fresquinho na memória na hora de buscar por um fornecedor na Black Friday.

DICA EXTRA: Usar chatbots inteligentes para interagir com seus clientes pode ser uma ótima ideia para criar campanhas de expectativa que permitam a você aumentar seus ganhos durante esta temporada de compras de final de ano.

6. Faça Testes A/B antes da Black Friday

Otimize suas campanhas de Marketing experientando diferentes mensagens, criativos, tipos de publicação e canais para entender o que funciona melhor para você e para seus consumidores. Como diz o famoso ditado: a prática leva a perfeição! E você ainda tem tempo de adquirir muita prática e usar os resultados dos seus testes para maximizar suas vendas na Black Friday.

Claro que você também pode (e deve!) fazer testes A/B durante a Black Friday para otimizar ainda mais suas campanhas. Mas começar a experimentar desde já te dará uma vantagem competitiva muito grande quando a data realmente chegar.

7. Pense em fluxos de mensagens, e não apenas em campanhas pontuais

Uma excelente forma de personalizar suas campanhas de Marketing é pensar nelas como uma jornada completa e não apenas ativações pontuais. Criar fluxos de mensgaens acionadas por diferentes gatilhos conseguirá fazer com que você entregue uma comunicação na frequência certa e nos momentos mais oportunos para seus consumidores.

Pense em um fluxo que perpasse por vários canais e que, em cada um deles, você entregue uma mensagem complementar e que faça mais sentido para os seus consumidores. Por exemplo: você pode começar com um e-mail de “não esqueça deste item do seu carrinho” e dois dias depois enviar um push notification com um cupom para aquele tipo de produto. Após a compra, você pode enviar uma notificação com itens complementares aquele comprado.

E aí, quantas dessas dicas você já coloca em prática no seu e-commerce? Se você gostou deste conteúdo, conheça também a nossa relação das 8 maiores tendências para a Black Friday 2021!